FIETO

Em defesa dos interesses da indústria tocantinense

Palmas, 04 de julho de 2020 05:26

 

Notícia

Alunos da Escola SESI de Gurupi participam de desafio internacional de Minecraft

03/06/2020 - 16h50
 
 
Foto: Divulgação SESI
Ampliar imagem Tadao Osawa preparando seu projeto.

Jogo propõe a busca por soluções para os problemas vividos no mundo real como a pandemia.

Seguindo uma tendência mundial, a Escola SESI de Gurupi lançou um desafio virtual para os alunos por meio de um dos jogos mais famosos do mundo, o Minecraft Education Challenge. O desafio para as turmas que estão desenvolvendo seus projetos em casa é a construção virtual de hospitais para auxiliar no combate à pandemia provocada pelo coronavírus. O prazo para as equipes entregarem o projeto é até o dia 15 de junho deste ano.

O game permite aos jogadores entrar em um mundo onde é possível fazer construções e viver neste ambiente, usando vários tipos de blocos e recursos virtuais considerando itens como sustentabilidade e inclusão.

“Eles trabalham nas áreas de Matemática, Ciência, Design, Linguagens, além de se comunicarem usando ferramentas tecnológicas para poder desenvolver esse Hospital. Eles têm que pensar desde o tamanho das alas, onde vão ficar as macas, o tamanho dos corredores, enfim toda a proposta que envolve o estudo para colocar no papel e depois transferir isso para o projeto do Minecraft”, explica o professor de Robótica do SESI em Gurupi, Weslley Nunes, sobre o aprendizado dos estudantes.

A construção dos projetos está a todo o vapor entre os alunos participantes. Para alguns, é a primeira vez utilizando o jogo como é o caso da estudante Yasmmin Albino Martins do 3° ano. “Está sendo uma experiência muito legal e diferente, nunca fiz nada igual antes e é por isso que está sendo maçante realizar isso com o grupo. Nós estamos nos ajudando do jeito que podemos, por call (chamadas), entrando no mesmo servidor”, comentou a aluna.

Por outro lado, a experiência com o jogo e com o ambiente proposto também tem sido utilizada como diferencial no desafio para o desenvolvimento das estratégias pelos estudantes. “Nós estamos nos espelhando em alguns modelos de hospitais, alguns já criados no Minecraft e outros reais, já que a proposta era construir um hospital não só externamente, mas também internamente, então nós temos que ter como base todo o conceito das alas de um hospital”, relatou Luiz Gustavo Rodrigues, do 3° ano.

“Um dos grandes privilégios que nós tivemos foi o fato de estarmos inseridos neste mundo, seja por parentes ligados a saúde ou por mero interesse pela área, quando recebemos a proposta já tínhamos um norte do que seria feito. A ideia desde o princípio era de um hospital que conseguisse atender a população ao mesmo passo que dividia os pacientes com a Covid-19 em diferentes pavilhões, de acordo com o grau de severidade apresentado”, falou Tadao Osawa, do 2° ano, sobre sua participação.

A contribuição para o aprendizado dos alunos em tempos de pandemia e distanciamento foi reforçada pela gerente da unidade do SESI de Gurupi, Núbia Almeida. “A nossa realidade de ensino hoje é a distância, então o desafio passa a incentivar um envolvimento maior dos nossos alunos na aprendizagem e ainda estimular elementos como criatividade e colaboração através do Minecraft. O mais importante no desafio, por mais que seja um jogo, é que o aluno tem que pesquisar sobre os impactos da Covid-19, o que ele provoca nas mudanças de comportamento das pessoas, nos estabelecimentos e serviços públicos da cidade...então é com muita satisfação que nós estamos incentivando o envolvimento dos nossos alunos neste desafio”, avaliou. 

A divulgação dos alunos vencedores acontece no dia 18/06/2020 no site da instituição e redes sociais após videoconferência de premiação evitando contato direto e obedecendo às medidas de distanciamento social.

 

 

 

Por Rodrigo Borges 

Serviço: Assessoria de Imprensa SESI

 

 


 
 
 
104 Sul, Rua SE 03 Lote 34 A, Ed. Armando Monteiro Neto - Plano Diretor Sul, Palmas - TO CEP: 77.020-016 Tel.: +55 63 3229-5700