FIETO

Em defesa dos interesses da indústria tocantinense

Palmas, 25 de agosto de 2019 03:56

 

Notícia

Na FIETO, empresários participam de capacitação para exportação

25/07/2019 - 10h31
 
 
Foto: Adilvan Nogueira
Ampliar imagem Palestrante destacou as vantagens da...

Programa voltado ao mercado exterior pretende qualificar 50 empresas em dois anos. Principal entrave às exportações de produtos tocantinenses é falta de conhecimento e informação

Introdução para Exportação foi o tema da capacitação do PEIEX, Programa de Qualificação para Exportação oferecido pela Apex-Brasil, desenvolvido pela Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins (FAPTO) com apoio da Federação das Indústrias (FIETO), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN). O evento aconteceu na noite dessa quarta-feira (24/07), na sede da FIETO em Palmas, e contou com a participação de empresários de vários segmentos. O programa, com duração de dois anos, tem como meta qualificar para exportação 50 empresas tocantinenses.

“Desde dezembro, quando iniciamos as atividades, a gente vem trabalhando com empresas que têm potencial para exportar, algumas inclusive com processos em andamento", explica Fernanda Fernandes, gerente executiva da FAPTO.  Segundo ela, além da apresentação do PEIEX, a capacitação serviu também para desmistificar um pouco a questão da exportação, mostrar alguns conceitos, como iniciar o processo, os benefícios, mercados, e tudo mais que o empresário precisa e deve saber. “Existem pequenas indústrias que não sabem que têm potencial, mas têm e podem sim exportar seus produtos porque existem demandas para isso”, observa.

Já a gerente da Unidade de Desenvolvimento Industrial da FIETO, Amanda Barbosa, destaca que pesquisa realizada pela instituição mostra que a demanda interna é um gargalo que vem sendo constantemente apontado pelos empresários tocantinenses. E a solução que a Federação encontrou para tentar resolver o problema foi implantar no Tocantins o Centro Internacional de Negócios (CIN) para prestar orientação sobre a importância do mercado exterior e como ter acesso a ele. “Hoje juntamos forças, passamos a apoiar eventos educativos justamente para sanar a escassez de informação, para que o empresário veja a exportação como uma solução para o seu maior gargalo, que é a falta de clientes. Esse é o objetivo da FIETO e, com isso, desenvolver a indústria local”, afirma a gerente.

Para o empresário Daniel Rodrigues, que participou da capacitação, toda indústria precisa vender para se sustentar e crescer, e a busca de novos mercados é o principal foco da sua, a Carletto’s Sorvetes, com sede em Palmas. “Já crescemos em nível municipal, estadual e pretendemos agora atender outros estados, para isso já estamos nos capacitando para quando esse crescimento nacional chegar a gente esteja pronto para dar um passo pra fora, ou seja, exportar”, explica Rodrigues, acrescentando que o que mais dificulta a exportação por parte das empresas tocantinenses é a falta de conhecimento e capacitação. “Por isso, é importante participar de eventos como este, realizados por instituições que têm todo um know how em comércio exterior”, diz o empresário.

 

Por Júnior Veras

Serviço: Assessoria de Imprensa FIETO (63) 3229-5775

 

 

 

 

 


 
 
 
104 Sul, Rua SE 03 Lote 34 A, Ed. Armando Monteiro Neto - Plano Diretor Sul, Palmas - TO CEP: 77.020-016 Tel.: +55 63 3229-5700