FIETO

Em defesa dos interesses da indústria tocantinense

Palmas, 13 de novembro de 2018 01:45

 

Notícia

Roberto Pires e Márcia Rodrigues participam de missão nos Estados Unidos

20/08/2018 - 11h44
 
 
Foto: Divulgação

Presidentes de federações e diretores do SENAI de todo país participaram da missão.

 

Tema amplamente defendido pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO), a inovação e as novidades trazidas pela indústria 4.0 foram o tema central de visitas técnicas e palestras das quais participaram o presidente da instituição, Roberto Pires, e a diretora regional do SENAI, Márcia Rodrigues de 13 a 17 agosto em missão nos Estados Unidos da América (EUA).

Os gestores do Tocantins participaram do Programa de Imersões em Ecossistemas de Inovação da Confederação Nacional da Indústria (CNI) que busca criar oportunidades ao empresariado brasileiro de atualização em relação aos temas de maior relevância para a competitividade de seus negócios, bem como estimular cooperação em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, seja no Brasil ou no exterior. As atividades foram iniciadas com um alinhamento conceitual sobre o ambiente de inovação norte americano, ecossistemas de inovação sustentável e políticas públicas de incentivo à inovação com a participação da presidente e CEO do Conselho de Competitividade (Council on Competitiveness - Coc), Deborah Smith.

Nos dias seguintes foram realizadas visitas técnicas à importantes universidades e institutos de pesquisas como a Universidade do Arizona (ASU), o Smithsonian Institution, a North Carolina State University e Cornell Tech. Também foram visitados laboratórios de pesquisas e desenvolvimento, instituições governamentais e grandes empresas como a IBM.

Para o presidente da FIETO, Roberto Pires, a missão apontou que os caminhos da inovação defendidos pela Federação estão alinhados com o que vem dando certo em importantes países como os Estados Unidos. “Não há outro caminho para países que queiram desenvolver a cultura da inovação que não passe por integrar a pesquisa realizada pela academia, o planejamento e investimento do governo e as necessidades das empresas. Este triângulo do desenvolvimento, como é chamado, é essencial e nos mostra que há muito a percorrer no Tocantins e no Brasil para que o trabalho destas instituições, de forma integrada, resulte de fato na construção de um ambiente inovador e competitivo”, avaliou o presidente.

A missão contou ainda com palestras de representantes da Casa Branca, da Alcoa (gigante que atua na cadeia produtiva do metal), da Fundação Nacional de Ciências (NSF - órgão com funções similares às do CNPq e Capes no Brasil), da Academia Nacional de Ciências (NAS), da Federação Global de Competitividade Conselho (GFCC - organização da qual CNI, SESI, SENAI e IEL participam como membros), entre outras importantes instituições.

A diretora do SENAI Tocantins, Márcia Rodrigues, falou sobre a oportunidade de conhecer projetos importantes para a indústria como o da IBM que está desenvolvendo um supercomputador quântico, tecnologia que permitirá um aumento de forma considerável da capacidade de processamento. “É uma grande inovação que vai praticamente revolucionar toda parte de dados e de inteligência artificial através deste supercomputador com grande capacidade de processamento. Então a gente vê que é uma realidade o acontecer da indústria 4.0 e nos preparamos para capacitar os profissionais que irão lidar com ela, além de dar suporte aos nossos empresários na introdução dessas tecnologias”, disse a diretora.

Uma ação de disseminação deste modelo está em fase de discussão a fim de envolver e mostrar o benefício da ação integrada das instituições que atuam com inovação.

 

Por Priscila Cavalcante

Serviço: Assessoria de Imprensa FIETO (63) 3229-5775

 

 

 


 
 
 
104 Sul, Rua SE 03 Lote 34 A, Ed. Armando Monteiro Neto - Plano Diretor Sul, Palmas - TO CEP: 77.020-016 Tel.: +55 63 3229-5700